Buscar

Demorou só uns 8 anos...

Me lembro exatamente quando tive meu primeiro contato com a cerâmica... foi no último ano da faculdade, em 2014, e recordo vividamente de ter gostado tanto que eu fazia minhas peças e as peças dos meus amigos!


Voltei pras aulas dois anos depois de me formar em Artes Visuais, e no ano seguinte desisti, doei tudo e segui minha vida... mas foi no primeiro ano da pandemia que voltei de vez e me apaixonei de verdade. Fiz todos os cursos de formação, comprei um forno, mudei de casa só pra ter um espaço de ateliê grande o suficiente para ter um torno e fazer minhas peças.. e mesmo tendo ameaçado desistir de novo (como eu fiz em 2018), voltei atrás a tempo de não vender meu forno e continuei produzindo a passos lentos.



Essa semana eu fiz uma fornada de esmalte, como já tinha feito tantas outras... mas quando eu abri, algo em mim se acendeu. Eu fiquei emocionada, e sei que pouca gente vai entender o porque ou ver tão grande significado nisso, mas depois de quase uma década de tentativas, pela primeira vez eu senti que cheguei em algum lugar, que meu trabalho na cerâmica me representava. Eu consegui colocar, nesses objetos, a minha essência.



Muita gente que me segue pinta (mesmo que por hobby), então vou tentar fazer uma analogia.. é como se você tivesse feito uma pintura, olhasse pra ela e finalmente sentisse que conseguiu traduzir tudo o que você sentia enquanto estava pintando.. tudo o que você gostaria que quem olhasse a pintura também sentisse. É isso! Tudo está conectado!

Essas são as peças, e eu espero muito que vocês gostem também e sintam a mesma coisa que eu senti quando tirei elas do forno. Gostaria de ter mais tempo de me dedicar a cerâmica e fico sempre na dependência de sobrar espaço nos meus dias, pois fico meio insegura de me dedicar muito a isso e o pessoal não comprar. Síndrome da impostora + dilemas da vida de artista independente. Mas estou confiante que cheguei em um estilo relevante e que vai fazer diferença na vida das pessoas.




Fun fact: envolvi até meu noivo nisso, ele tá apaixonado pelo torno. Eu tenho ensinado ele o básico e ele tem feito algumas peças pra mim. Legal, né?!


Essas peças vão estar na feirinha que vou participar amanhã e o que sobrar (se sobrar), vão pra loja online na semana que vem! :)


Vejo vocês no próximo post.


Beijos


165 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo