“Não se nasce mulher, torna-se mulher”

Simone de Beauvoir

Desde 2015 desenvolvo um projeto autoral a cerca de retratos femininos onde exploro, através da aquarela e, posteriormente, também de outras técnicas como guache e acrílica, as mais diversas formas de representação da força — física e espiritual — da mulher.

Até hoje (2021), já foram cerca de 120 retratos, e aqui está uma seleção dos mais importantes pra mim (ordem cronológica).